quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Receita libera download do programa do IRPF 2017

Programa gerador da declaração do Imposto de Renda 2017 já pode ser baixado no site da Receita. Confira os prazos deste ano e a multa por atraso

São Paulo – O programa gerador da declaração do Imposto de Renda 2017 já está disponível para download, no site da Receita Federal.

O prazo de entrega da declaração começa no dia 2 de março e termina em 28 de abril, mas o contribuinte já pode preencher e importar informações de declarações anteriores para o programa.

Este ano, quem já tem o programa gerador instalado não precisa fazer um novo download, pois será possível atualizá-lo automaticamente. Para isso, o contribuinte deve clicar em “Menu”, “Ferramentas” e “Verificar atualizações”.

Outra novidade é que não é mais necessário baixar o programa Receitanet separadamente, pois ele foi incorporado ao programa gerador do Imposto de Renda 2017.

Quanto mais cedo o contribuinte enviar as informações à Receita, a partir do início do prazo de entrega da declaração, maiores são as chances de receber a restituição do imposto nos primeiros lotes, que devem ser liberados a partir de 16 de junho.


Multa por atraso

O contribuinte pode enviar a declaração do Imposto de Renda 2017 entre às 8h do dia 2 de março e às 23h59 do dia 28 de abril.

Quem não entregar a declaração dentro do prazo deverá enviá-la com atraso e pagará uma multa de, no mínimo, R$ 165,74, descontada do valor da restituição. A multa incide a partir do primeiro dia útil após o término do prazo de envio da declaração, dia 2 de maio, até a entrega efetiva da declaração.

A cada dia, a Receita cobra juros equivalentes ao percentual de 1% ao mês, até um limite de 20% sobre o total do imposto devido em 2016.


Retificação

Se a declaração for entregue dentro do prazo e o contribuinte constatar erros, omissões ou inexatidões, ele pode entregar uma declaração retificadora a qualquer momento para fazer as correções, sem pagar qualquer multa por atraso.

Apesar de não pagar multa, ao alterar o modelo, no entanto, quem se adiantou para ter prioridade na restituição perde a vantagem, uma vez que a data da declaração retificadora se sobrepõe à data da declaração original.


Imposto a pagar

No dia 28 de abril, também vence o prazo para quem ainda tem Imposto de Renda a pagar. O imposto pode ser pago à vista ou em até oito vezes, desde que o valor de cada prestação seja maior que 50 reais e que o valor total seja maior que 100 reais.

Se o contribuinte parcelar o IR, ele precisa pagar a primeira prestação até o dia 28 de abril. As prestações restantes vencem no último dia útil dos meses seguintes.

A partir da segunda cota, o contribuinte deve pagar um acréscimo de 1% sobre o valor do imposto, mais a variação da taxa básica de juros (Selic) acumulada do dia 30 de abril até o mês anterior ao do pagamento.

O contribuinte pode quitar o imposto de três formas: por transferência bancária nos bancos autorizados pela Receita; com a emissão do DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) e pagamento em qualquer agência bancária, ou por débito automático em conta corrente.


Fonte: EXAME.com
Por: Júlia Lewgoy
23 fev 2017, 09h00 - Atualizado em 23 fev 2017, 09h44

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Há 50 anos, Peter Drucker publicava a primeira edição de "O gestor eficaz"; relembre a obra

Pesquisador escreveu um vasto número de livros que poderiam ser apontados como clássicos

Divulgação / Drucker Society of Brazil

Peter Drucker escreveu um vasto número de livros que poderiam, justificadamente, ser apontados como clássicos. Desses, talvez o mais amado seja O gestor eficaz, que ganhou uma nova edição de aniversário em comemoração aos 50 anos da primeira edição pela Harper Collins (ainda não disponível em português), editora de Drucker. Vivemos em um mundo muito diferente daquele de 1967, mas o relativamente pequeno guia de Drucker para fazer as coisas certas, direito, e bem feitas, ainda contém um poder considerável.

Há também um valor agregado significativo com um prefácio de sete páginas e meia – Dez lições que aprendi com Peter Drucker – escrito por Jim Collins, autor de "Empresas feitas para vencer", que também assina os prefácios de The daily Drucker e Management: revised edition; e um posfácio de Zachary First, diretor executivo do Drucker Institute, entidade que também publicou a contribuição de First em seu website. É interessante ver a nova edição confeccionada em capa dura, após várias edições em brochura.


VEJA TAMBÉM



O que Drucker me contou

Quando entrevistei Drucker em 11 de abril de 2005 – sete meses antes de sua morte, no que hoje é o Drucker Institute, em Claremont, Califórnia – para meu primeiro livro, Living in more than one world: how peter drucker's wisdom can inspire and transform your life, eu fiz a seguinte pergunta:

Se você pudesse atualizar alguma – ou todas – as edições de O gestor eficaz, que foi escrito em 1960, você mudaria algo, especialmente por causa de nossas mudanças na computação e telecomunicações?

Drucker responde:

"Bom, sabe Bruce, na verdade eu já o fiz; vai sair no início do próximo ano. Uma edição nova, revisada e atualizada de O gestor eficaz. E eu adicionei bem mais do que um artigo; uma monografia curta, eu diria. Intitulei de 'Nova efetividade', que envolve telecomunicações e, sobretudo, o que eu acredito ser mais importante, o mundo globalizado. Inclui também a mudança de trabalhadores manuais, computadorizados em massa, para trabalhadores do conhecimento, que estamos conduzindo de maneira muito deficiente; e a produtividade dos trabalhadores do conhecimento, que ainda é muito baixa e não mudou nada".

Ele se referia, parcialmente, ao que se tornou um livro bastante útil e bem editado, O gestor eficaz em ação, que eu resenhei para o USA Today em janeiro de 2006. A monografia "O que faz um gerente eficaz?" também apareceu em 2006 em uma nova – porém não atualizada – edição em brochura. Também se referiu à introdução da nova edição comemorativa, que originalmente apareceu em um artigo de 2004 para a Harvard Business Review.

Lendo o livro novamente, vem à mente temas e princípios que Drucker abordou de diferentes maneiras através de sua carreira como escritor, professor e consultor, incluindo o uso eficaz do recurso mais precioso e insubstituível: o tempo, o pensamento amplo, atuação responsável e desenvolvimento pessoal, que têm ramificações para outras pessoas e instituições. A importância do futuro, assunto do meu livro Create your future the Peter Drucker Way, é narrado através de O gestor eficaz. No que tange a Theodore Vail e as inovações da Bell Laboratories no século passado, tendo em mente as construções contemporâneas, como a disrupção, Drucker escreve: "pesquisa, para ser produtiva, tem que ser 'desorganizadora', criadora de um futuro diferente e inimiga do hoje".



Fonte: Administradores.com

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017