quarta-feira, 15 de outubro de 2014

15 de Outubro - Parabéns Professores(as) do Curso de Bacharelado em Administração - FUCAMP




Nobres colegas de profissão,

Tarefa difícil, mas não impossível, tarefa que pede sacrifício incrível!
Tarefa que exige abnegação, tarefa que é feita com o coração!
Nos dias cansados, nas noites de angústia, nas horas de fardo, de tamanha luta, chegamos até a questionar: Será, Deus, que vale a pena ensinar?
Mas bem lá dentro responde uma voz, a que nos entende e fala por nós, a voz da nossa alma, a voz do nosso eu: - Vale sim, coragem!
Você ensinando, aprende também.
Você ensinando, faz bem a alguém, e vai semeando nos alunos seus, um pouco de PAZ e um tanto de Deus!

Parabéns professor(a)!!!


São os meus sinceros votos,


Cassio Raimundo Valdisser
Professor e Coordenador do Curso de Bacharelado em Administração
Fundação Carmelitana Mário Palmério - FUCAMP
Monte Carmelo - MG, 15 de outubro de 2014


sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Debates em Administração - Palestra: "Liderazgo por confiança, o novo desafio"


quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Debates em Administração - Palestra: "Excelência no Varejo"


13 dicas para quem está procurando estágio

A chance de treinar, errar, corrigir, acertar e conhecer na prática a área de trabalho escolhida é uma experiência fundamental para a formação profissional.

Por: 

Rossano Lippi

Fazer um bom programa de estágio é cada vez mais necessário aos jovens estudantes brasileiros. Desde cedo, ainda nas salas de aula, os alunos sonham em alcançar ou conseguir uma boa oportunidade. Porém, é difícil encontrar um lugar no mercado de trabalho, principalmente para aqueles estudantes que estão no início de seus cursos, pois, além de não terem experiência profissional, os processos de recrutamento e seleção das empresas, com suas entrevistas, testes, dinâmicas e demais meios de filtragem, são desafios a serem superados.



O estágio é a porta de entrada, talvez a mais importante, para o mundo corporativo. Neste período, pode-se obter/fazer estágio enquanto regularmente matriculado e frequentando as aulas, onde é possível vivenciar o dia-a-dia de uma organização e efetivamente submeter-se ao treino prático no papel de um futuro profissional. Obviamente, as atividades precisam ser compatíveis com a área de formação escolar/acadêmica do estudante.



É verdade também que nem sempre a qualidade das tarefas realizadas contribui para o ganho de experiência que o estagiário espera e precisa. Entretanto, a chance de treinar, errar, corrigir, acertar e conhecer na prática a área de trabalho escolhida é uma experiência fundamental para a formação básica da estrutura atitudinal e comportamental destes jovens em sua carreira profissional.



Para conseguir um estágio é preciso iniciar cedo a procura por uma boa oportunidade, e quanto antes for, melhor.



É preciso se destacar, ter diferenciais (ter conhecimentos de informática, outros idiomas etc.) e, sobretudo estar ‘antenado’ com tudo que acontece neste nosso mundo globalizado.



Outros fatores também são decisivos para obter sua vaga na empresa. Ser uma pessoa proativa, ter boa comunicação e expressão verbal, postura adequada e saber trabalhar em equipe são requisitos bem vistos pelos selecionadores.



A seguir, algumas dicas para você, que procura sua oportunidade ou está fazendo um estágio:



Procurando a vaga


· Seja pontual em tudo; nas entrevistas, dinâmicas e contatos solicitados;



· Conheça detalhes da vaga;



· Obtenha dados da área de atuação, pesquise as características do segmento da empresa onde você quer entrar;



· Pesquise os principais concorrentes, mostre que está atualizado;



· Prepare um currículo limpo, objetivo e bem escrito;



· Demonstre interesse na vaga (eu quero...);



· Cuide de sua apresentação pessoal. Fique atento a higiene, aos trajes apropriados, verbalização adequada ao perfil da empresa e da vaga;




Mantenha seu estágio



· Continue atento à sua apresentação pessoal. Higiene, cuidado com o corpo e com as roupas são importantes em todos os momentos da sua caminhada profissional;



· Tenha atitude proativa: esteja sintonizado com o mercado, seja curioso, pergunte, traga ideias ao grupo em que você participa;



· Procure ler e escrever corretamente. Se você se expressar bem crescerá como pessoa e como profissional;



· Seja pontual na entrega de trabalhos, tarefas e com horário do estágio;



· Procure trabalhar bem em equipe, mantenha um bom relacionamento com todos;



· Seja receptivo aos novos desafios. Estabeleça metas, corra atrás das oportunidades.




Rossano Lippi - é diretor da GI Estágios, unidade da multinacional italiana de recursos humanos GI Group.


Fonte: Portal Administradores
17/09/2014

Três erros fatais em seu networking

Conhecer essas falhas e evitá-las é um fator de sucesso, principalmente no longo prazo.

Muitos profissionais percebem que seu networking é inútil, quando precisam dele. Trabalham muito, dedicam-se à empresa, mas, na hora em que perdem o emprego, não conseguem recolocação por meio de seus contatos.

Isso ocorre porque, conscientemente ou não, cometem erros fatais para seu networking. Não há rede de relacionamento que resista a ações infelizes de seus participantes. Portanto, conhecer essas falhas e evitá-las é um fator de sucesso, principalmente no longo prazo. Afinal, qualquer um pode ser bem-sucedido por um ano ou dois, mas a carreira deverá durar décadas e, portanto, o foco deve ser no equilíbrio do sucesso de curta e longa duração.


Ser desconhecido

Por vezes, recebo mensagens de profissionais que pedem para ser indicados para uma oportunidade de emprego. Quando alguém lhe pede a sugestão de um médico, quem você indica? Provavelmente algum que você mesmo utiliza ou que seja conhecido por pessoas nas quais confia.

Um erro fatal muito comum é o indivíduo querer ser recomendado por alguém que não o conhece. Além de não ser indicado, sua imagem fica destruída, pois é evidente que é conhecido por poucos ou que aqueles que o conhecem não desejam ajudá-lo.


Fazer networking somente quando está desempregado

Quando um colega de longa data lhe chama repentinamente para almoçar, pode esperar duas coisas: ele vai pedir um emprego, e você é quem vai pagar a conta. Essa é uma das atitudes mais destrutivas que alguém pode ter: lembrar-se dos amigos somente nas horas de dificuldade. Na vida pessoal, isso já é visto com muitas reservas, mas, na profissional, é um motivo de fracasso no longo prazo. Pessoas não são instrumentos para seu sucesso, que você liga ou desliga somente quando precisa.

Amadureça e aprenda a conviver com indivíduos de seu setor ou considere mudar de carreira.


Pedir ajuda a quem você prejudicou

Muitos profissionais tratam bem somente seus chefes. Não contribuem com seus subordinados, pares e outros departamentos. São indiferentes aos clientes e aos concorrentes. Para piorar, tratam mal os fornecedores da empresa. De repente, ficam sem emprego e querem receber ajuda dessas pessoas.

Um de meus critérios de escolha das empresas das quais compro produtos e serviços é saber como elas tratam seus fornecedores. Na minha “lista negra”, recentemente ingressou uma famosa churrascaria em São Paulo, pois descobri que, além de pagar mal seus fornecedores, trata-os com desprezo. O mesmo ocorreu, há tempos, com uma rede de supermercados. Se a ética nos negócios é cada vez mais um fator de escolha do consumidor, imagine para sua profissão. Se você trabalha para uma empresa que trata mal seus fornecedores, funcionários e a comunidade, procure outro local para trabalhar, pois sua carreira fica em risco no longo prazo. Afinal, você será um agente dessas ações antiéticas e avaliado não como alguém que cumpre ordens, mas que faz essas ações.

Tenho observado pessoas que, ainda aos 30 anos, fazem atos que comprometem sua reputação. O resultado é que ainda têm, pelo menos, mais 30 anos no mercado, e seguramente passarão por muitas dificuldades na vida, pois ninguém desejará trabalhar com elas no futuro.

Como mencionei, o importante é que você seja bem-sucedido no longo prazo em sua profissão. Seja persistente, amadureça e cuide de sua rede de relacionamentos. Quanto mais comprometidos estivermos em agregar valor uns aos outros, para contribuir com propósitos elevados, mais próspero tornaremos o mundo.

Portanto, tenha cautela com seu desejo de ser bem-sucedido a qualquer preço. O sucesso requer preparo e cuidados de longo prazo.

Vamos em frente!


Sílvio Celestino - autor do livro Conversa de Elevador – Uma Fórmula de Sucesso para sua Carreira, Sílvio Celestino é sócio-fundador da Alliance Coaching.



Fonte: Portal Administradores
17/09/2014